[ editar artigo]

Como a produtividade se aplica e tem sucesso em uma gestão sustentável? [Aula 2]

Como a produtividade se aplica e tem sucesso em uma gestão sustentável? [Aula 2]

Material da Aula 2, da Semana do Negócio Bem Sucedido e Sustentável.

Este material foi criado e disponibilizado pelos especialistas da Casa Origem, criadores do primeiro restaurante Lixo Zero do Brasil.

Conceito de produtividade:

Ser produtiva(o) é fazer com qualidade o que se propôs a fazer, no menor tempo possível, pra poder aproveitar outras partes da vida também, a vida não é só trabalho. Ser produtivo não é estar ocupado, pelo contrário, a produtividade te ajuda a ter mais liberdade e conseguir conciliar todas as coisas importantes na sua vida.

Produtividade numa gestão sustentável

5 pontos de atenção que uma gestora precisa se ligar pensando na produtividade e numa gestão sustentável:

  1. Colocar a pessoa certa no lugar certo: se certificar de que os profissionais que trabalham com você estão exercendo funções em que podem fazer as maiores contribuições. Dedicar esforços às pessoas competentes.

  2. Estabelecer PRIORIDADES: de acordo com Peter Drucker, o pai da administração, focar em 2 prioridades por vez e criar metas para cada uma delas.

  3. Criar perspectivas de fora pra dentro: garantir que os gestores estejam em contato com seu público para saber suas necessidades reais.

  4. Avaliar sistemas, processos, políticas culturais e eliminar o que gera burocracia desnecessária. Nesse ponto entra também a avaliação da remuneração dos envolvidos, para que se esteja acertando ao recompensar resultados capazes de efetivamente fazer a diferença => aqui é crucial que o negócio tenha uma cultura estabelecida pra saber o que é fazer diferença pra você.

  5. Desperdício zero de tudo: estar atenta(o) ao desperdício de recursos em geral (dinheiro também, então ser sustentável é bom pra economizar dinheiro). A AÇÃO é a principal determinante do sucesso produtivo e sustentável também. Agir de forma responsável com foco nos objetivos do negócio, por isso O CORAÇÃO, A ALMA DO NEGÓCIO precisa estar clara para os gestores, fundadores e pra equipe também => às vezes a gente vai achar que está claro e não está, então é essencial desenvolver um programa de feedback e análise de processo para saber se tá todo mundo alinhado.

Produzir não é só executar!

Tem que considerar todas as etapas do teu processo: pensar, planejar, alinhar com o entorno, alinhar com os pilares e executar com maestria! 

Pilares da Casa Origem, o primeiro restaurante Lixo Zero do Brasil:

  1. SUSTENTABILIDADE: aplicando nossas métricas e parâmetros em todos os processos da empresa. Neste processo, transformamos e melhoramos o que for possível (e às vezes o impossível), todos os dias.

  2. LOCALISMO: compramos e investimos em insumos e fornecedores locais como ferramenta de barganha para produtos e serviços mais conscientes. Com esse pilar, nos conectamos com nossos parceiros e incentivamos mudanças estruturais significativas em suas operações; conectamos clientes e transformamos sua realidade com melhores opções na tomada de decisão.

  3. REDE: geramos resultado conectando todas as pessoas originais e criativas que fazem parte da nossa rede e incentivamos a se comprometerem com a mudança estrutural que estamos promovendo. A rede é a engrenagem que mantém funcionando esse novo sistema baseado em trocas justas e pautado na abundância.

Esses pilares guiam as nossas tomadas de decisão!

Pontos de Atenção + Pilares Guia

Tendo esses pilares-guia, conseguimos com mais facilidade abrir os 5 pontos de atenção que listamos acima (1. colocar a pessoa certa no lugar certo, 2. estabelecer prioridades, 3. criar perspectivas de dentro pra fora, 4. avaliar sistemas e 5. desperdício zero) pra discutir:

  1. COLOCAR A PESSOA CERTA NO LUGAR CERTO: não é simples, precisa de muito auto-conhecimento e honestidade, tem gente que é muito melhor criando ideias ao invés de gerenciar ideias. tem gente que é muito melhor na produção prática e tem gente que funciona melhor na produção teórica, etc. Então é importante dedicar tempo pra isso, se aprofundar.

  2. ESTABELECER PRIORIDADES: escolher uma, ou duas, áreas de atenção e focar nas melhorias que precisam ser feitas nela. Listar o que precisa ser feito e os resultados que se espera, bem como 

  3. PERSPECTIVAS DE FORA PRA DENTRO: falar com os clientes, trazer eles pra perto, pedir feedback constantes, entender o que eles querem de você, como eles te vêem, o que você pode mostrar com mais clareza, etc.

  4. AVALIAR SISTEMAS PARA ENTENDER QUE PRODUTIVIDADE É PROCESSO e sempre se questionar: como eu sei que meu processo tá bom? Tem que ter métrica, tem que ter indicadores => TEMPO É O RECURSO MAIS ESCASSO QUE TEMOS. Todo mundo tem as mesmas 24h no dia, porque alguns conseguem fazer milhões de coisas e outras pessoas não? Porque não consegue organizar direito o que precisa ser feito, podem existir falhas em qualquer parte do processo => GESTÃO DE TEMPO. 

Na avaliação de Sistemas entra tudo do seu negócio, aqui na Casa Origem a gente trabalha com melhoria contínua, então temos que estar sempre atentas(os) ao nosso sistema, como nos pontos abaixo

Tempo de Reprodução: otimização do tempo, assim como na economia circular as coisas se engatam uma na outra, a produtividade numa gestão sustentável também precisa funcionar como uma engrenagem.

5. DESPERDÍCIO ZERO DE TUDO: gasto de insumo e mão de obra, tanto para produtos quanto para serviços. 

Insumos: também pautados nos pilares, aqui entram os fornecedores, parceiros, etc (é mais prático receber os fornecedores na sua porta, então tem que equilibrar os custos da praticidade), conseguir diminuir a quantidade usada a cada novo produto, (USAR O MÁXIMO PRA DEIXAR GOSTOSO E O MÍNIMO POSSÍVEL NECESSÁRIO).

Mão de obra: facilitar os processos, facilitar caminhos e ter em mente os objetivos listados nos pilares. Quem executa é essencial no processo e alguém na empresa precisa estar pensando nisso para que a produtividade seja real e não somente um lado ficando mais desgastado enquanto o outro acha que tá tudo certo!

RESÍDUOS GERADOS: medir sempre, aplicar a melhoria contínua sempre. Embora a produção aumente, os resíduos não podem aumentar na mesma proporção (assim como os gastos, quando projetamos as entradas futuras, projetamos as saídas também, mas não na mesma proporção).

Após a Semana do Negócio Bem Sucedido e Sustentável, daremos início ao curso Sustentabilidade Criativa para Negócios e lá teremos as 3 ferramentas de Metodologia Origem explicados com detalhes: a tabela de rastreio, o fluxo de resíduos e a pirâmide de redução.

Isso tudo é pensamento sistêmico!

Temos que reaprender a pensar para que tudo se encaixe e não sobre pontas soltas: é um processo!

Pensar NEGÓCIOS ECOLÓGICOS ao invés de PRODUTOS ECOLÓGICOS, afinal NÃO SE MUDA ESTRUTURALMENTE REPRODUZINDO AS MICRO PARTES DE UM MACRO SISTEMA.

NEGÓCIOS ECOLÓGICOS NÃO SÓ SÃO VIÁVEIS COMO SÃO A NOSSA SAÍDA DO COLAPSO!

 

Materiais Complementares:

Ferramenta para se conhecer mais e medir o nível do seu borogodó: Acesse aqui o Borogodômetro

Livros:

  • Sapiens e Homo Deus, do Yuval Noah Harari
  • Essencialismo, do Greg McKeown
  • O Tao da Física e A Visão Sistêmica da Vida - Fritjof Capra

Links:

Consulte este material sempre que precisar e use para mudar a sua realidade e a do mundo!

Sustentabilidade Criativa

Transformação Criativa
Transformação Criativa
Transformação Criativa Seguir

Um canal que traz a #criatividade como ferramenta estratégica para empreender @transcriativa

Ler conteúdo completo
Indicados para você