[ editar artigo]

Vida criativa é um ato de coragem

Vida criativa é um ato de coragem

 

"Vou te levar a outras estradas pra tu respirar algo a mais

E dessa forma acho mais difícil ignorar as coisas do por quê te quero

O ritmo era tudo que eu precisava ouvir: um homem que pode cuidar do meu coração

Então eu espero que tu esteja me escutando nesse exato momento

Porque eu mal posso segurar minha língua

E as doideiras que a gente faz, podem esquentar o sol"


Essa é uma música do Chet Faker, e ela embalava a minha relação com o Alex quando a gente se conheceu.

Eu também poderia dizer que isso era uma intenção, nada consciente, mas de uma vontade gigante que berrava dentro da gente de viver mais.

A gente sempre teve um objetivo que é o de construir a parada mais foda do mundo, e se empreender criativamente, é dar vida aos nossos sonhos mais genuínos, eu trago pra vocês como a Transformação Criativa nasceu pra mim.

Era Março de 2019, Eu e o Alex estávamos na Tailândia, e vivendo na maior intensidade que a natureza pode nos proporcionar, fazendo parte de um todo, expressando todo o nosso borogodó, a vida criativa acontece, né? Foi aí que a gente idealizou a Transformação Criativa rodando o mundo, falando de criatividade, impactando as empresas a se repensarem a partir das pessoas, e empoderando as pessoas a serem tudo o que elas são. 

By the way, pessoas que se empoderam de si são capazes de dar vida a coisas realmente vivas, né? Pulsantes, a naturalmente criar. Criar atividade. Criatividade.

E assim que a gente chegou no Brasil, ansiosos pra colocar a ideia no papel, eu descobri que eu tava grávida e por alguns instantes isso foi bem amedrontador. Dar vida a um movimento é muita responsabilidade, mas dar vida a uma pessoa, meu caro… é algo que a gente nunca vai tá mesmo preparado.

Pra tu ter uma ideia, a Transformação Criativa foi concebida junto com a Emília. Gestamos as duas ao mesmo tempo. Muita gente nos pergunta como a gente dá conta, mas se transformar criativamente é o meu processo de aprendizado pra ser mãe.

A Emília viajou na minha barriga por mais de 10 mil quilômetros, conheceu muita gente incrível, se conectou a culturas que meus pais tiveram o sonho de me mostrar, e foi aí que a liberdade teve nome.

Maternar de maneira livre, espontânea, criativa, em mobilidade, uma vida com repertório; pra que o "fazer parte do todo" seja algo intrínseco pra Emília, e não uma busca, que é o que a minha geração tem tentado alcançar.

Ser o que quiser num mundo construído por ela. E empreender é isso né? Então o empreendedorismo brasileiro, pautado na solução de problemas impossíveis, tem muito pra me ensinar como mãe.

Pelo Brasil eu vi mulheres mudando o mundo, regenerando economias, sorrindo no caos. Que força maluca existe nas mulheres de Brumadinho, nas mulheres de Mariana, nas Marias da Ilha de Deus. É impossível pensarmos em novas economias sem levar em consideração o poder social e econômico das mulheres. Quando tudo era só lama, foi nelas que eu vi a força do recomeço. Até porque… regenerar é algo muito feminino, né?. E resiliência, resiliência é a própria maternidade.

Um mês depois do nosso retorno da expedição a Emília nasceu, dois meses depois a gente lançou essa instasérie e a Transcriativa como canal, três meses... chegou a pandemia. tu deve imaginar o que é passar quase 1 ano enclausurada depois de ter um bebê de primeira viagem.

Mas a gente se responsabilizou e tornou essa fase, e a nossa casa, num grande ambiente de criação. Nos isolamos com os nossos sócios e esse apartamento, ora era empresa, ora coworking, ora uma creche, ora um canil. Ora refeitório, ora um palco de discussão. E foi assim que a Transformação Criativa chegou até aqui.

E assim como a Emília, Hoje tudo isso transcende a gente, é uma comunidade espalhada pelo Brasil, de gente criativa, criadora, questionadora e que busca a individuação e a mudança do estado das coisas. 

Tu já pensou em ter um estilo de vida que tu sonha e empreender isso a ponto de se tornar um negócio? Esse negócio te transcender e se tornar uma comunidade? Um estado de consciência coletivo? Isso muda o estado das coisas, muda o estado de um Brasil, muda o estado de um mundo inteiro!

Ei comunidade, a gente tá mudando o nosso mundo caraio!!!

E a minha busca pessoal é a entrega do meu coração pra tudo isso. É escolher o caminho da leveza, da cocriação com um homem realizador, de uma maternidade corajosa, da vida criativa, tendo o mundo como o meu ambiente de repertório. Uma vida em liberdade, móvel, presente, que me expande no encontro com o outro. Pra quanto mais eu me ver mãe, mais eu me ver livre.

Falar de Transformação criativa por viver a transformação criativa. E viver a transformação criativa centenas de vezes, até me encontrar em tudo o que eu posso.

E assim poder proporcionar isso pro mundo. pra você. pra minha filha, pra outras mulheres, pros homens do nosso sistema e pra essa comunidade empoderada que me ajuda diariamente nessa descoberta.

Esse é o penúltimo episódio da expedição Transcriativa mLabs. A gente teve como objetivo até aqui, te mostrar empreendedores do Brasil se empoderando criativamente, pra te convidar a também viver esse processo.

Pra tu dar a mão pro medo que te trava, e de viver tudo isso que tu realmente é. 

De tu te conhecer a um ponto que nenhum chefe, empresa ou sistema consiga expressar tudo o que ferve aí dentro, a não ser tu mesmo.

É te convidar pra um protagonismo de vida. É a tua vida, saca? Coisa grande demais pra levar no automático.

A coragem é algo que cresce, quanto mais a gente usa. O medo também. Pra tu ter uma família criativa, pra tu criar algo grandioso, pra tu te empreender, pra tu ter um filho, pra tu viver em mobilidade, tu vai ter que ter coragem. É a coragem de aceitar as consequências da tua escolha. E isso é tão adulto né?

Coragem dá pra prazer. E se tu pensar bem… é só isso que te falta.

Emília, eu te desejo coragem, meu bem.

Transformação Criativa
Natália Montibeller
Natália Montibeller Seguir

Uma engenheira entusiasta em mensurar e vender ideias criativas! Fundadora da C45 - Creativity for Sales

Ler conteúdo completo
Indicados para você