[ editar artigo]

Você está pronto para Transbordar?

Você está pronto para Transbordar?

 

Certamente a gente não se conhece ao ponto de sabermos onde podemos nos complementar, e isso pode ser um problema.  Também por isso, me arriscarei a botar mais minha cara na tentativa de preencher esse gap e tentar achar caminhos onde possamos somar um no conhecimento do outro. E farei isso aos poucos, apresentando onde acredito que minha bagagem, ao ser distribuída, possa contribuir com a evolução de alguém e onde também necessito de contribuição pra o meu caminhar. Isso é a rede operando a nosso favor. Ficarei feliz se o que tenho pra dizer possa contribuir com a sua jornada, com sua ideia, com seu negócio e com o seu BOROGODÓ. Deixo a minha porta es-can-ca-ra-da para que você possa contribuir e colaborar com o meu caminhar igualmente.  

Como um dos criadores da Transcriativa, falo sem medo de errar que este espaço foi pensado para que esse tipo de iniciativa ganhe corpo no momento em que nós, primeiramente, nos fortaleçamos mutuamente e identifiquemos melhor os próximos passos.

Sendo assim, começarei regularmente a abordar 3 pontos de conversa onde imagino que meus interesses e qualidades possam somar aos seus, que são:

 

Emprendedorismo:  Durante 18 anos ajudei empresas dos mais diversos tamanhos, regiões, segmentos a repensar seus negócios, seu posicionamento, suas entregas e seus processos, agregando valor, inovação, pensamento estratégico e criatividade em cada passo. De negócios de uma única pessoa à cidades completas, de empresas de inovação local a grupos multinacionais,  de gigantes do setor de energia ao profissional liberal, de ecossistemas a grandes conglomerados de negócios, associações comerciais, federações industriais. Com eles utilizei métodos e ferramentas e mentes para atingir resultados empresariais muito bacanas. Pessoalmente, atuo também como mentor e consultor estratégico para alguns empresários e iniciativas.  Ao total, já foram mais de 500 projetos liderados neste tempo no comando da Glóbulo e alguns outros diretamente com algumas das referências em inovação no Brasil que você certamente já tenha ouvido falar. 

 

Nomadismo: Um dos meus grandes objetivos de vida é estar em movimento com minha família. Comecei a dar este passo aqui na TRANS (como carinhosamente chamamos) com a Expedição Transcriativa mLabs e isso nos impulsionou para modificarmos alguns padrões de comportamento nossos. Com a pandemia, esse plano foi colocado um pouco mais pra frente, mas não abandonado. E por isso, começarei a compartilhar informações sobre como podemos e estamos encarando estes passos, como será este processo de transição, desapego, insegurança, o novo. Será um sucesso? Não sei. Mas sei que compartilhando podemos pensar melhor se juntos. Vai que a gente se encontra pelo caminho, né? 

 

Produção Cultural:  Sim, produção cultural! Até o momento, só quem sabe deste meu passo é a Nat, minha mulher, minha parceira, minha inspiração, mãe da minha filha e criadora da Transcriativa comigo. E que passo é esse? Pois bem, resolvi começar do zero neste assunto (extremamente motivado pelo movimento Transformação Criativa) e aprender sobre algo que me intriga, impulsiona e me devolve uma energia criativa em forma de potência e objetivo de vida: aprender e valorizar a criatividade brasileira. Com isso, voltei para a universidade ao me matricular na Belas Artes para cursar Produção Cultural.  Já fui produtor executivo de dois longa metragem (um deles, inclusive, conquistou alguns belos reconhecimentos), de apresentações teatrais, atletas, projetos de cultura itinerante nos 4 cantos do país e já até botei uma cidade no Guiness Book (acredita?) e, finalmente, cocriando a Transcriativa, que tem como objetivo ser um canal para valorizar, apoiar, estimular e impulsionar projetos culturais onde a criatividade seja a principal ferramenta de geração de renda, inovação, empreendedorismo e diferenciação de negócios. E essa minha nova jornada será diretamente aplicada aqui, identificando e fortalecendo iniciativas que valorizem o BOROGODÓ brasileiro como ativo.

 

Nestes 3 campos me encaro novamente como aprendiz e, mesmo que já tenha vivido intensamente algumas destas áreas de conhecimento, tudo será pela primeira vez, passível de erro, mas com sangue no olho, propósito do coração, incessante busca pelo novo e com o objetivo de compartilhar o que há de abundante ao nosso redor. 

O negócio é o seguinte: Comece pelo Porquê (já diria o Simon) sempre que puder! E o meu é voltar ao início de tudo pra entender onde eu posso, de fato, agregar nessa nossa grande expedição interna. Eu estou pronto para começar a transbordar, só ainda não sei bem nem onde nem como, mas o Porquê eu já tenho. E isso tem a ver com a minha própria transformação criativa. 

E você sabe por onde posso começar? 

Podemos caminhar juntos nessa.

Grande abraço,

 

Alex Lima

 

 

  

Transformação Criativa
Alex Lima
Alex Lima Seguir

Crazy today, obvious tomorow.

Ler conteúdo completo
Indicados para você