[ editar artigo]

Sou adultx, será que consigo estudar um novo idioma?

Sou adultx, será que consigo estudar um novo idioma?

Eu poderia começar este texto dizendo sobre os benefícios de estudar um novo idioma, mas se você chegou até aqui provavelmente já sabe de tudo isso. Eu quero falar sobre o mais difícil, porque achamos que não conseguimos estudar? Em uma pesquisa rápida nas redes sociais é possível verificar o óbvio, adultxs que gostariam de aprender um novo idioma não conseguem arrumar tempo para se dedicar.  

Esta não é uma novidade para ninguém, já que para um adultx encontrar tempo para se dedicar a um idioma é quase impossível. Durante nosso crescimento, ninguém nos avisou que ser adultx requer estar ocupado. E assim, precisamos colocar prioridades dentro de uma lista de obrigações. 

 E se a gente pegasse mais leve conosco e entendesse o que realmente bloqueia a nossa vontade de estudar e transformar essa atividade em algo mais agradável?  

Aqui tento apresentar uma forma mais tranquila de um adultx encarar um novo idioma. 

Tudo bem que o inglês é necessário em quase todas as atividades profissionais e também pessoais. Além de ajudar a entender melhor o seu seriado favorito, enfim ele quebra um galho. Mas e se você quisesse aprender um outro idioma que não seja “necessário”? Talvez seja legal somente para aprender sobre uma nova cultura, entender um novo sotaque ou se comunicar em uma viagem. 

O ato de estudar poderia ser um prazer e, neste caso, não uma obrigação. E assim o idioma vai ficando mais prazeroso e quando você notar já poderá aplica-lo em oportunidades que nem imagina.  

O fato é que não gostamos de errar. 

E ao aprender um novo idioma, iremos cometer muitos deles. Essa sensação de falhar na frente de outro adultx, no caso o professor, pode bloquear muitos adultxs. E se mudássemos nosso foco para valorizar o profissional que está na nossa frente e assim entender que precisamos dele para continuar. E aqui entre nós, a maioria dos professores são extremamente respeitosos com seus aprendizes. 

Bote essa sensação de falhar de lado e entenda que você está ali para tentar. Cada acerto é uma conquista. Não se cobre além do seu limite. Entenda que o seu processo de aprendizado é individual e independente do tempo que levar, você pode sim aprender outro idioma.  

O nosso famigerado amigo tempo, inimigo dos adultxs ou até amigo dos que não querem tudo pra ontem (tem alguém aí?). Realmente encontrar tempo para tudo que se quer fazer é impossível, mas talvez priorizar cada atividade no seu momento pode te ajudar a dar um empurrãozinho no estudo do novo idioma.  

Algo que a quarentena trouxe para muitos de nós é aprender a usar a tecnologia ao nosso favor. Assim muitos conseguem estudar de casa, por exemplo. Talvez começando uma hora uma vez por semana possa ser um bom ponto. Vá devagar, trate o idioma como um momento de lazer e assim, tudo poderá ser mais prazeroso.  

Lição do Duolingo

Gosta de jogar no celular? Há vários aplicativos para aprender idiomas, eu uso o Duolingo, por exemplo. Adicione 5 minutos de jogo por dia, se der. Gosta de Netflix? Tem muita série e filme em outro idioma por lá.  A última dica aqui é para você se divertir seja em kkkk, héhéhé ou jajaja

Eu poderia deixar minha descrição como está lá embaixo, e hoje adiciono aqui que tenho 33 anos e mês passado fiquei felizona que escrevi um pequeno texto cheio de erros em francês.  

*Foto de capa do site www.querobolsa.com.br

Transformação Criativa
Bruna Cazzolato
Bruna Cazzolato Seguir

Uma jornalista que acredita que toda historia merece ser contada. Viajante, sonhadora e pronta para dividir comida boa qualquer hora do dia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você