[ editar artigo]

PORQUE TEMOS TÃO POUCAS LÍDERES? SHERYL SANDBERG E OS 3 "PORQUÊS"

PORQUE TEMOS TÃO POUCAS LÍDERES? SHERYL SANDBERG E OS 3

Assisti em minha última semana de férias o TED intitulado "Porque temos tão poucas líderes mulheres?", em tradução livre, de Sheryl Sandberg, onde são abordados situações, números e questões da sociedade que mostram que ainda temos pouquíssimas mulheres ocupando cargos de liderança. O TED é de 2010, e, apesar de já termos visto certo progresso na equidade de gênero nas lideranças, ele se mostra extremamente atual. Resolvi tomar nota dos três “porquês” apresentadas por Sandberg e compartilhar por aqui, para que cada um possa se desafiar a quebrar as barreiras desses porquês.

 

Mas, não sabe quem é Sheryl? Tudo bem, nunca é tarde para conhecermos líderes femininas que podem nos inspirar e trazer lições de gestão.  Em resumo, a norte-americana, economista de formação, é chefe de Operações do Facebook, onde é líder há mais de uma década. Já ocupou também cadeira importantíssima no Google e trabalhou para o Governo Americano. Outro ponto positivo de sua carreira, foi a fundação da comunidade Lean in, que ajuda mulheres a alcançarem suas ambições. Não posso deixar de falar também de um ponto negativo que veio à tona em 2018: seu envolvimento no escândalo do Cambrige Analytica com o Facebook, o que não anula as grandes lições que podemos tirar do seu conteúdo.

As valiosas perspectivas da apresentação trazem reflexões do que cada um pode fazer individualmente para que tenhamos mais lideranças femininas:

  1. SENTE À MESA:

O primeiro porquê fala muito sobre a Síndrome de Impostora que muitas de nós carregamos. Basicamente, ela diz para você tomar seu lugar, literalmente (ou não): sentar a mesa com outros líderes homens e apresentar sua opinião. Entender que você é sim valiosa para sua empresa, que é tão capaz quanto homens que ocupam os mesmos lugares. Somos ensinadas, muitas vezes, que este ‘lugar a mesa’ não é nosso, que precisamos de permissão para tomá-lo.

Se inscreva naquela vaga que você acha que talvez não cumpra todos os requisitos. Aceite aquele convite para palestrar sobre suas experiências profissionais com outras pessoas. Faça aquela pergunta que você tem receio que os outros achem “idiota”. Publique aquele artigo que você tem medo que ninguém leia. Faça aquele curso que você tem interesse mas é julgado como “coisa de homem”. E também se atente a oferecer essas oportunidades de fala e ação a outras mulheres. Escolha uma mulher.

2. FAÇA DO SEU PARCEIRO UM VERDADEIRO PARCEIRO

Esse “porquê” cabe as mães e não precisa ser uma para saber que a rotina de uma mãe, na maioria dos casos, não tem a mesma quantidade de turnos que a de um pai. Um exemplo básico citado por Sheryl que leva a reflexão é: “quando um homem e uma mulher têm um filho e trabalham em tempo integral, estatisticamente, a mulher faz 2x mais trabalho doméstico e cuida 3x mais do filho. Ou seja, ela possui mais “trabalhos” do que ele, no mesmo tempo que ele. E quem pede demissão quando alguém precisa ficar mais em casa?”. Sabemos bem a resposta comum e a reflexão aqui é para que mulheres e, principalmente, homens tomem consciência desta realidade e rompam essa cultura tão enraizada em nossa sociedade.

3. NÃO SAIA ANTES DE SAIR:

Mantenha o pé no acelerador. Muitas vezes nós deixamos oportunidades passarem por pensar muito ou por tomar decisões precipitadas. São dois extremos e que, as vezes podem funcionar, mas quando recorrentes nos levam a desistir sem real necessidade, sem ter tentado realmente chegar ao fim de dada etapa. É o famoso “só acaba quando termina” que precisamos entender como identificar. Não desista hoje por uma escolha que você terá futuramente: uma mulher pode ser líder, mãe, empreendedora, esposa, o que ela bem entender, e se quiser, tudo isso de uma vez só. Pois nós sabemos que isso não seria impeditivo para um homem ter sucesso e alcançar seus objetivos. Para uma mulher também não deve ser.

 

 

Transformação Criativa
JOANA LAZZARIS VENERANTO
JOANA LAZZARIS VENERANTO Seguir

Engenheira Civil, Supervisora de Expansão de uma das maiores Redes de Depilação a Laser do mundo. Fala, escreve, lê, escuta, assiste, observa e transforma um pouquinho de tudo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você