Transformação Criativa
Transformação Criativa
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Para criar é preciso SER, mais do que pensar.

Para criar é preciso SER, mais do que pensar.
Joana Machado
jun. 15 - 2 min de leitura
020

Pessoas conformadas não são criativas, porque o conformado está satisfeito. Toda vontade de criar vem de uma insatisfação interna com a forma atual das coisas. 

Se você é insatisfeito, poderá encontrar a centelha da criatividade dentro de si. É possível criar a partir de uma insatisfação desconhecida; demandas externa que vêm requerer a criação - um trabalho, um projeto, um conteúdo. Mas isto só acontece quando a centelha do ser criativo está acesa.

A criatividade envolve processos mentais de criação, mas o foco principal é o indivíduo criativo. Ele é nosso lado espontâneo, que coloca mais de si em seus inventos, enxerga o mundo com seu próprio filtro e constrói coisas únicas a partir dali.

Criar apenas com objetivos determinados limita o processo criativo. Existem métodos, formas que devem ser adaptadas para o fim desejado. Com o tempo, ao criarmos apenas tendo um porquê, os processos mentais se sobrepõem ao indivíduo criativo, que vai lentamente se apagando.

Quem nos ensinou que criar sem um objetivo é perda de tempo? E se soubéssemos que, ao criar sem um porquê, estamos estimulando a verdadeira criatividade, alimentando o ser criativo, reacendendo nossa centelha original?

Criar é prazeroso para você ou se tornou uma obrigação? Se for o segunda alternativa, você está insatisfeito! Seu indivíduo criador está te convocando a estimular o olhar único e especial que só você pode trazer. 

Faça arte, invente comidas diferentes, dance, experimente temperos e texturas, brinque, vá a novos lugares, observe com curiosidade as coisas ao seu redor. Divirta-se na jornada! Assim seus processos de criação fluirão muito melhor.

Joana Machado - Terapeuta Integrativa e Astróloga

Instagram: @jommachado


Denunciar publicação
    020

    Indicados para você