[ editar artigo]

O que te bloqueia?

O que te bloqueia?

Se você já sentiu o bloqueio criativo agindo por aí, levante a mão e coloque aqui, que ela já vai fechar, um, dois, três e já hahaha.

Por aqui, já passei tantas vezes pelo bloqueio criativo, seja para escrever um texto, criar uma solução para um cliente ou para uma postagem em rede social.

Depois de tantos exercícios e seguir dicas de especialistas em despertar o borogodó que habita em mim, sinto que a resposta sempre esteve aqui, mas eu não queria enxergar.

Por ter um perfil mais analítico e sair de uma realidade de trabalho que não valorizava a criatividade na totalidade, pensava que para criar soluções, era preciso alimentar o meu lado racional do cérebro, jamais imaginava que tudo estava ali, ligado com o cérebro artista.

Não foi lendo textos, estudando fórmulas ou me baseando em teorias que consegui soltar pouco a pouco, meu bichinho artista, ao contrário, na verdade, precisei desconstruir, tudo o que acreditei um dia.

Hoje, os meus despertares aparecem em papos profundos de assuntos aleatórios, é ao ouvir uma música e sair dançando pela casa, quando cozinho ou simplesmente lavando louça.

Dificilmente, consigo lançar uma nova ideia, sem ter meu caderno do lado, preciso me desconectar, para conectar.

Nestes novos tempos, o que ficou claro para mim, é que preparar o meu ambiente, pegar meu caderno e minhas canetas coloridas, desperta meu cérebro artista de tal maneira, que o que antes demorava dias e até semanas para criar algo, preciso agora de poucos minutos, mas é claro, sempre respeitando o meu ser e o meu momento.

Hoje, se acordo sem vontade de me dedicar ao trabalho, foco em outras atividades mais lúdicas, como ouvir uma bela música, ligar meu difusor e meditar e está tudo bem.

Sinto, que a cada dia, paro de me cobrar para criar o tempo todo, ou pior, produzir o tempo todo, pois aquela busca insana por produtividade, só me gerava ansiedade e até uma entrega sem tanta qualidade assim.

O último bloqueio criativo que tive, foi totalmente ligado, à uma fala, um tanto agressiva de um ente querido, que ao ler meu texto, não se apegou ao conteúdo e ficou focado nos dois erros de digitação que cometi, mas aí, depois de uma meditação e papo profundo com uma pessoa conhecedora de almas, percebi, que eu me bloqueei, por algo que vinha do externo e permiti que aquela fala, fosse internalizada.

Quando identifiquei qual foi o meu bloqueio, peguei minha máquina de escrever e comecei a escrever o meu tão sonhado livro.

Trouxe essa discussão aqui, para exemplificar, que por mais que tenhamos nossos rituais diários para estimular a nossa criatividade, teremos nossos bloqueios e está tudo bem, o que devemos fazer é investirmos cada vez mais em autoconhecimento, para que possamos identificar de onde se origina esse bloqueio, para que a gente possa ir para a próxima fase do jogo.

O que te bloqueia hoje, vem de fora ou vem de dentro?

O que te estimula a criar e colorir a vida de outros?

 

Transformação Criativa
Elisangela Baptista
Elisangela Baptista Seguir

Uma geminiana com ascendente em sagitário e lua em escorpião. Curiosidade é a minha "pilha" e minha motivação. Adoro viajar, me aventurar e conhecer pessoas e suas histórias. Sou defensora do movimento #empreendedorismoconsciente

Ler conteúdo completo
Indicados para você