[ editar artigo]

Nessa quarentena eu só quero fazer nada

Nessa quarentena eu só quero fazer nada

Aproveite a sua família – que vive em pé de guerra. Arrume o seu armário – que você nem sabe por onde começar. Estude a matéria acumulada, leia um livro e termine as séries que você nunca conseguiu. Ajeite o cantinho para o home office – é bom que você tenha um, se não, não vai dar certo. Faça um skincare, hidrate o cabelo e corte as unhas. Separe as roupas que você não usa mais. Faça uma playlist nova. Cuide da sua saúde mental – mesmo se não souber o que isso significa. Treine em casa, não seja um sedentário na quarentena. Jogue jogos de tabuleiro. Jogue videogame. Escreva alguma coisa. Comece algo que você estava enrolando. Se informe. Mas também evite um pouco de informação. Faça o máximo para ficar em casa, mas se não for possível, se sinta culpado.

 

O novo vírus chegou formando um monte de especialistas em higiene, trabalho em casa e psicólogos de rede social, mas ninguém me ensinou a lidar com o eu não quero nada disso. Enquanto a internet trava uma guerra entre quem dá a melhor dica para o que você deve fazer nesse momento, ninguém está realmente pensando em você. Tal como uma mulher grávida ou o voto político, todo mundo tem uma imposição disfarçada de sugestão que é provavelmente melhor que a sua, mesmo que ninguém ainda a tenha ouvido.

 

Além de um tanto de frustração e ansiedade, os pitacos exigentes por aí acabam sendo desonestos. As contas não param, a comida precisa ser comprada e as metas não fazem sentido no home office. E isso tudo ainda dentro de uma bolha muito grande.

Não quero soar tão amarga, mas em tempos de filas quilométricas para estocar papel higiênico, talvez tenha ficado difícil interpretar a boa vontade.

 

Pelo próprio bem arrumei o quarto, planejei o mês, vou ler um livro e ainda fazer muito do primeiro parágrafo, depois de dormir bastante. Com o risco de beirar a hipocrisia, acrescento uma dica ao amontoado que você já deve ter ouvido: existe sempre a opção de não fazer simplesmente nada.

Transformação Criativa
Maiara Mota
Maiara Mota Seguir

Profissional de recursos humanos e mais um monte de outras coisas, sou uma multipotencial em ebulição. Escrevo monólogos sobre trabalho e criatividade, mas pode ser que você encontre umas receitas por aqui.

Ler conteúdo completo
Indicados para você