[ editar artigo]

Não Pare! Colecione atrevimentos

Não Pare! Colecione atrevimentos

Você está sentindo que não está feliz no seu trabalho.  É um fato? Ou uma sensação somente.

Antes de trocar de trabalho faça as seguintes perguntas:

  • Quais são as coisas nesse trabalho que me deixam descontentes?
  • Quando essas coisas acontecem?
  • Como eu fico, quais as minhas reações quando acontecem?
  • O que aprendi até agora com essas coisas ruins que me aconteceram nesse trabalho?

Depois de você fazer essa auto pesquisa é muito interessante que você imagine uma  ou  duas soluções para cada problema que você identificou no seu trabalho.  Essa auto pesquisa servirá para identificar se é o tipo de trabalho que você não gosta, a forma como você faz, o ambiente físico de trabalho, o stress do trânsito para chegar até ele, as pessoas, o dinheiro que você recebe que não estão compatíveis com o nível de vida que deseja ter ou qualquer outra coisa que está te desagradando.  Esse exercício pode evitar de você deixar algo que gosta por circunstâncias que podem ser modificadas ou mesmo pode evitar de você sair desse trabalho e levar esses mesmos problemas contigo.

Como mentora de carreira o que vejo é que o mais difícil de permanecer num trabalho é quando os teus valores não se alinham com os valores das pessoas e da organização, as coisas que são essenciais para você são diferentes  e isso corrói o fígado mesmo.

Quando o ciclo está finalizando inicia um desconforto, depois uma rebeldia onde você diz para você mesmo: “ Eu não quero mais isso para mim” e depois você entra num mergulho interno para se descobrir, ou se redescobrir, porque estamos mutando e quando você não se vê mais fazendo isso por muitos anos, são sinais de fim de ciclo. Quando domingo a noite começa a ficar triste porque segunda feira tem que recomeçar, quando o maior foco da semana são os passatempos, quando alguém pergunta do seu trabalho e você foge do assunto, quando começa a faltar interesse e energia e aparecem  os vazios internos, são alguns dos sinais de final de ciclo.

Você já tem algumas idéias e mesmo que você não esteja 100% com certeza se esse é o caminho, não fique parado. Se movimente, pesquise, faça cursos, converse com pessoas, aprenda tudo. O ponto de partida é a curiosidade, analisar porque as coisas são feitas da forma convencional, a criatividade é isso, é ter novas idéias para velhos problemas. Entretanto, a criatividade deve ser estimulada para aflorar e vir à tona. Faça um planejamento do que vai fazer todos os dias em direção a conquistar a conquista dessa linha de chegada.

Não pare, seja atrevido. Algumas pessoas quando param tudo, começam a introspectar demais e ficam cada vez mais  sem ação e é mais difícil ainda sair desse estado, portanto mantenha o movimento. Inclusive na rapidez que estamos vivendo, faça o movimento antes mesmo de estar totalmente pronto, encontre algo que você faz diferente dos outros e usa a seu favor. Se você for criar um novo negócio, pense na experiência que vai gerar para o seu cliente,hoje vivemos o mundo das experiências. A muitos anos atrás vivíamos a era do TER, hoje vivemos a era do EXPERIENCIAR e pelas tendências passaremos a viver também a era do SENTIR.

Pense  o que precisa fazer para que suas ideias saiam da imaginação, o que é preciso fazer para que aconteça de fato e inicie o planejamento do seu novo trabalho ou negócio. Existe uma ferramenta que se chama Road Map, onde você visualiza a linha de chegada e vai criando várias etapas anteriores, como se fosse degraus, até chegar nos dias de hoje, o início do projeto. É isso mesmo, é um mapa ao contrário. E você faz um diagnóstico do agora e o que você precisa fazer para chegar onde  quer, com objetivos bem realistas.

Não pare e vá atrás do seu sonho, porque como disse Toni Gaskins “ Se você não construir o seu sonho, alguém vai contratá-lo para construir o dele”.

Foto acervo pessoal. Ottawa, Canada.

Transformação Criativa
Ivoni Pozza
Ivoni Pozza Seguir

Mentora transição de carreira e Consultora de Negócios na Acelera Consultoria Experiência de 20 anos no meio corporativo, docente MBA Coaching Financeiro Life and Business Coach, Espec, Administração, Msc Eng. ambiental, Eng. Agrônoma

Ler conteúdo completo
Indicados para você