[ editar artigo]

Mergulhe no que te faz sentido!

Mergulhe no que te faz sentido!

Como continuar empreendendo seu negócio quando tudo dentro de você muda?

Poderia sintetizar a resposta dizendo que, tudo muda dentro de nós o tempo todo e consequentemente reflete no que empreendemos e como empreendemos.

Mas acredito que seria superficial demais, com essa resposta.

Ao longo do tempo, tenho visto vários empreendedores que ao longo da vida, começam a fazer reflexões profundas, por pensarem que o seu negócio não faz mais sentido em suas vidas.

Acostumados a sempre olharmos para o externo e acompanharmos o que o mercado pede, o que o cliente demanda para então criarmos as soluções, esquecemos de analisar, se o que vamos entregar como solução para fora, condiz com o que nos faz sentido internamente.

Não faz muito tempo que começamos a ouvir um chamado para olhar para o interno, entender qual é a nossa missão no mundo, qual é o nosso propósito, afinal, antes o maior incentivo que tínhamos era, trabalhar para ter e não para ser.

Como passamos grande parte de nossa vida, ou dormindo, ou no trabalho, percebemos que não há como continuar fazer o que fazemos, se estiver em completa desconexão com o que queremos deixar como legado para o mundo.

Em uma sociedade capitalista como estamos inseridos e também por crenças que carregamos em relação ao trabalho, temos a impressão que o que fazemos, fazemos apenas pelo dinheiro que ele proporciona, mas a verdade é que, o dinheiro, não pode alimentar a nossa motivação diária, precisamos de muito, além disso.

Antigamente, ouvíamos dizer que a vida pessoal deveria ficar totalmente separada do trabalho, como se isso fosse possível, como se, ao chegarmos no escritório, desligássemos uma chave, assim como um robô e deixássemos nossos problemas, anseios e vontades em casa.

E como nós estamos em constantes mudanças internas, seja pelo nosso repertório de vida, autoconhecimento e o momento em que vivemos, obviamente reflete em nosso negócio.

E aí, muitas vezes paramos para pensar: O que faço hoje não me faz sentido, o que devo fazer?

O primeiro passo é começar a se perguntar:

  • O que não me faz bem?
  • O que realmente está me incomodando?
  • O que faria sentido para a minha vida?
  • Qual legado quero deixar para o mundo?
  • O que poderia fazer de diferente hoje?
  • Como posso migrar o que faço agora, para algo que realmente me faça sentido?

 

Acredite, essas respostas estão aí dentro de você.

Se você chegou ao ponto de começar a se questionar o porquê faz o que faz, é porque o incomodo já bateu, seu inconsciente já está vindo para a consciência, de modo a te mostrar que algo não vai bem.

Então permita-se a mergulhar neste inconsciente e as respostas virão naturalmente, apenas relaxe e curta esse processo, não entre em uma auto cobrança demasiada.

Para tudo existe o tempo certo, não importa se você tem 20, 30, 40 ou 50 anos, o importante é que houve o despertar e algo de muito bom para você e para o outro poderá ser feito.

 

 

 

Transformação Criativa
Elisangela Baptista
Elisangela Baptista Seguir

Uma geminiana com ascendente em sagitário e lua em escorpião. Curiosidade é a minha "pilha" e minha motivação. Adoro viajar, me aventurar e conhecer pessoas e suas histórias. Sou defensora do movimento #empreendedorismoconsciente

Ler conteúdo completo
Indicados para você