[ editar artigo]

Chegou minha hora de apresentar e contar sobre minha transformação criativa.

Chegou minha hora de apresentar e contar sobre minha transformação criativa.

Olá, criativos (as).

Eu falo muito, mas vou fazer de tudo para ser o mais breve nesse texto, mas já deixo aqui toda minha disponibilidade para quem quiser bater um papo depois.

Eu sou o Thauan, também sou de São José dos Campos -SP, entrei na comunidade para ajudar com a edição dos vídeos do MOB.

Na realidade, acho que sempre fui da comunidade porque sempre gostei do conteúdo, e gostei mais ainda quando soube que minha amiga Maiara Mota começou a participar.

Sou Engenheiro de Produção e Técnico em publicidade, porém, são “apenas” diplomas. Sempre fui meio avoado nas ideias, entrava e saia do meu mundo paralelo o tempo todo. Meus gestores falavam que era falta de atenção, minha família falava que era imaturidade e meus amigos falavam que eu era maluco mesmo. A verdade é que sempre fui questionador, e soube mais disso quando me apaixonei por filosofia, em especial por dois filósofos que marcaram minha vida: Platão e Nietzsche. São apenas duas citações que transformaram minha vida:

“Vivemos no mundo irreal onde tudo o que vemos é somente sombra imperfeita de uma realidade mais perfeita” – Alegoria da Caverna – Platão

“O Homem é um ser que precisa ser superado” – Assim falou Zaratustra – Nietzsche

Acredito que essas frases podem ser interpretadas de diversas formas, mas, na minha opinião, o que elas têm em comum é a ALMA.  A alma é eterna e somente ela será capaz de ver/saber a “realidade verdadeira”, e através dela que sai nossa maior fonte de inspiração para nossas superações.

Pois bem, trabalhei como Business Intelligence nos últimos dois anos (2018/19), e durante minha jornada na empresa, o RH pediu para eu fazer um vídeo de dia dos pais para passar no telão da empresa em um café da manhã especial para os funcionários.  

Sempre gostei de “brincar” com vídeos, fotografia e coisas do gênero (trabalhei em uma gráfica de impressão digital por 4 anos), porém era muito amador e para variar não tinha editor profissional. Mas, sempre tento fazer as coisas da melhor maneira com o que tenho. O resultado final foi ver todo mundo no café da manhã se emocionando com o vídeo. Aquele dia, aquele café da manhã, aquele momento, é uma das melhores coisas que me aconteceu na vida.  Acho que foi a primeira coisa que criei do 0. Coloquei a música e escrevi a mensagem que quis. Meus chefes me elogiaram de uma forma que nunca elogiaram quando entreguei um relatório. Naquela época da minha vida, eu estava afundado em uma crise existencial. Não tinha coragem para fazer nada, a ansiedade e pensamentos ruins tinham todo o meu controle e para ser mais sincero, não sabia o que estava fazendo da minha vida.

Lembra que eu falei sobre a alma ali encima?! Alguma coisa, talvez uma voz, uma energia cósmica ou propriamente Deus disse pra mim naquele dia do café da manhã durante a apresentação do vídeo: É ISSO THAUAN! Senti meu corpo arder. Parecia que tinha passado o dia todo na praia de baixo de um sol forte.

A história é longa, mas, após um mês desse dia, fui desligado da empresa, foi um momento bem difícil na minha vida, não esperava que isso iria acontecer, mas depois voltei a ter consciência e decidi empreender e viver de vídeo.

Comecei estudando sozinho pela internet e pedi para fazer trabalhos gratuitos, e deu super certo no início. Usei meu dinheiro da rescisão com muita confiança para comprar os equipamentos iniciais e vou falar uma coisa para vocês, acredito que uma pessoa que nunca fez um trabalho gratuito em troca de oportunidade de crescimento nunca sonhou. Comecei a ter clientes mensais, fui indicado por outras pessoas, e hoje presto serviço para a empresa que eu trabalhei como BI (a mesma empresa do café da manhã).

Hoje me considero um profissional multitask, trabalho com audiovisual, fotografia, podcast e elaboração de identidade visual. Sou meio simpatizante do Marketing também. Nas horas vagas me aventuro com trilhas e esportes radicais. Eu sempre gostei disso tudo, mas não sei porque não conseguia enxerga. Me falta tempo para arrumar meu site, mas faço do meu instagram meu portfólio, quem tiver interesse de ver é @tcazetta      

Estou na melhor fase da minha carreira, nunca me senti tão realizado. Há um ano atrás resolvi empreender e hoje estou conseguindo colher os frutos da melhor escolha que fiz na minha vida

Minha família foi contra e alguns amigos também, mas eu não!

Acredito que voltei a enxergar o mundo com os olhos de uma criança que sempre está usando sua imaginação para resolver os problemas.

Editando o MOB e conhecendo um pouquinho de vocês, principalmente vendo conteúdo RICO de cada um, tenho mais certeza que estou no caminho certo e muitas coisas boas vão acontecer com todos nós.

Tive uma conversa maravilhosa com a Natalia e o Alex no início da semana. Foi muito legal saber como começou tudo, e percebi que o propósito da Transcriativa e bem parecido com o meu. Viver em movimento! Acredito que estamos vivendo uma nova era do capitalismo, e sim, o Borogodó será ou já é a moeda responsável por fazer essa engrenagem chamada MUNDO melhorar. Nós como criativos temos uma grande responsabilidade e principalmente um compromisso de influenciar positivamente as pessoas que uma mudança criativa é capaz de acontecer sim. Se aconteceu comigo, pode acontecer com qualquer um. Sempre pensei assim.

E deixo aqui todo meu carinho em especial para minha querida amiga Maiara Mota. Você é demais!  

É isso gente, prazer, Thauan.

“Enjoy the journey”

Transformação Criativa
Thauan Souza Cazetta
Thauan Souza Cazetta Seguir

Um sujeito de sorte como Belchior, e uma metamorfose ambulante como Raul Seixas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você