[ editar artigo]

Educar não é ensinar as respostas, educar é ensinar a pensar.

Educar não é ensinar as respostas, educar é ensinar a pensar.

Toda vez que aprendemos algo é como se estivéssemos tirando a viseira dos olhos e conseguíssemos enxergar algo novo no mundo. Aprender é expandir a nossa própria visão e melhorar nosso desempenho.

Como dito por Rubem Alves, a educação não está em aprender respostas prontas, mas em conseguir raciocinar as informações e criar suas próprias respostas. Não é só sobre reproduzir algo, é sobre produzir coisas novas.

Desde quando a educação foi massificada na Era Industrial, os sistemas de educação formal insistem em entupir os estudantes de informação e isso fazia total sentido anteriormente, porque a informação era escassa. Mas, hoje o cenário é diferente, estamos inundados de informação. Há sempre tanta informação que é difícil saber no que acreditar e, às vezes, é difícil concentrar-se.

Num mundo com excesso de informações, onde qualquer conhecimento tá a uma pesquisa de distância, a função dos educadores está/estará mudando. É mais importante desenvolver a capacidade de extrair o sentido da informação que se recebe, ou seja, saber interpretar, ter criticidade e combinar diferentes informações. Dessa forma o educador sairia da posição de protagonista e detentor do conhecimento e agiria mais como um mentor, um facilitador de aprendizagem.

Segundo Yuval Noah Harari é fundamental inserir os 4Cs em nossa educação: Criticidade, Colaboração, Comunicação e Criatividade.

Infelizmente ainda insistimos em apenas nos preparar pro vestibular como se esse fosse o grande sentido da educação, como se fosse o grande objetivo da vida de um jovem adulto. 

A educação engrandece em qualquer aspecto da vida, não só na estudantil, não só na profissional. Precisamos de menos respostas prontas que podem já estar ultrapassadas. Estamos num momento de novos desafios, portanto precisamos de novas respostas também. É uma jornada em busca de mais clareza e menos certezas.

 

Texto escrito originalmente para Tribus Kabana

Transformação Criativa
Victor Maués
Victor Maués Seguir

Sou futurista, facilitador de projetos e produtor de conteúdo. Acredito no poder da aprendizagem humana pra gerar cenários de abundância no mundo, por isso iniciei a Tribus Kabana.

Ler conteúdo completo
Indicados para você