[ editar artigo]

Agenda Davos e o "Great Reset"

Agenda Davos e o

Tem organizações que a gente acha que não fazem a menor diferença na nossa vida, mas a verdade é que elas decidem como vai ser a nossa vida. Uma dessas organizações é o Fórum Econômico Mundial, fundado em 1971 pelo professor Klaus Schwab, em Genebra, na Suíça. E por quê eles definem a nossa vida? Porque esse encontro reúne as 1000 empresas líderes do mundo, que fazem parte do Fórum por meio de afiliação, ou seja, pagando um valor, e estes membros são empresas que tem intenção e potencial de transformar muito o mundo. Só dá pra ser membro por meio de um convite. Ainda reúne os representantes políticos do momento e lá todos eles discutem - muitas vezes a portas fechadas - políticas de reforma econômica e depois contam pro resto do mundo o que foi decidido. Ele também realiza pesquisas sobre as suas áreas de interesse.

O objetivo do Fórum Econômico Mundial é servir de plataforma para o diálogo e a cooperação entre instituições públicas e privadas de todo o planeta. Existe uma premissa, a da teoria dos grupos de interesse, que guiam esse objetivo do Fórum; essa teoria diz que independente do tipo de organização, ela deve ser responsável perante todos os setores da sociedade, ou seja, qualquer organização, pública ou privada, é responsável pelos interesses dos donos, clientes, acionistas, funcionários, fornecedores, comunidades impactadas e da sociedade em geral. 

Notam uma grande janela de oportunidades aqui? Uma organização mundial com um objetivo desse, é pra gente se agarrar com todas as forças e lutar por esse objetivo, juntos.

Todo ano, o Fórum Econômico Mundial se reúne em Davos, na Suíça, e em 2021 a preocupação principal é a recuperação mundial após a pandemia de COVID-19, com foco em 7 temáticas que costuram os problemas planetários. O slogan deste ano é: The Great Reset, ou O Grande Reinício.

Falamos há uns posts atrás das oportunidades que o mercado de mudar o mundo trás. Pois chegou nosso momento: ou a gente lidera a mudança real e estrutural, ou vamos deixar tomar a frente as mesmas instituições que deixamos nos liderarem até o colapso que chegamos.

É a vez do coletivo, das milhares de empresas pequenas, conscientes, em constante transformação e abertas à cooperação para que todas as partes, genuinamente, sejam atendidas. 

Listamos 3 tópicos pra ficarem tatuados na sua cabeça:

3 informações importantes sobre a AGENDA DAVOS 2021 e o “The Great Reset” (O Grande Reinício).

  1. O que é Davos e sua agenda? A conferência de Davos é a reunião anual do Fórum Econômico Mundial que recebe os líderes políticos, empresariais e culturais mais importantes do mundo para elaborar uma agenda global. A agenda é uma série de atividades e compromissos firmados entre essas partes para que se atinjam os objetivos citados acima. 

  2. O que é Great Reset, O Grande Reinício? É o slogan do encontro de 2021. Neste ano, o tema central é a recuperação mundial pós pandemia, com foco em 7. temas concretos: 1. Salvar o planeta. Finalmente perceberam que se o planeta não consegue se regenerar, acabam os recursos e, nesse cenário, o dinheiro não terá mais valor. Salvar o planeta se tornou uma questão de sobrevivência. 2. Economias mais justas. Desigualdade social é um problema de todos e, novamente seguindo a lógica do Fórum Econômico, se as pessoas vivem na linha da pobreza, elas não têm condições de consumir. Para esse sistema continuar de pé, é necessário pessoas consumindo. Tornar a economia mais justa para que a desigualdade social diminua e seja nivelada por cima, precisamos que todos sejam beneficiados no processo, incluindo o meio ambiente. 3. Tecnologia para o bem. Temos tecnologias para nos levar a Marte mas pessoas morrem de fome e doenças básicas que nem existem mais em alguns países. A tecnologia que surge precisa começar a criar soluções para os problemas sanitários, educacionais, de segurança, entre outros, de interesses coletivos. 4. Futuro do trabalho. Esse tema vem para que sejam discutidos assuntos que modelam as novas funções e habilidades no mercado de trabalho desse novo mundo em construção, de trocas mais justas. Olhar para o futuro do trabalho - e dos trabalhadores - é entender como alocar todas as pessoas, nas suas melhores capacidades e equilibrar felicidade individual com benefícios coletivos. 5. Empresas mais justas. Lucro é consequência. Sucesso é gerar retorno positivo pro planeta e por causa disso ganhar dinheiro. Empresas justas valorizam seus trabalhadores, todos eles e entendem que cada micro parte faz parte de uma macro parte. 6. Futuros mais saudáveis. Precisamos discutir doenças relacionadas ao stress, ansiedade, tristeza e obesidade. Formas de alimentação sem destruição, formas de cultivar alimentos sem veneno, sem desmatamento, sem acabar com nossa água. Futuros saudáveis incluem o pacto entre todas as áreas da vida humana para que o resultado seja prosperidade. 7. Mais além da geopolítica. Este tema vem para dar luz à união dos países para além de fronteiras desenhadas no papel. A pandemia mostrou que somos um grande sistema que precisa aprender a pensar em coletivo, ou o colapso nos aguarda. Eles estão com medo e estão pedindo ajuda mundial para resolver os problemas criados pela humanidade. Vamos aproveitar esse momento de lucidez e escalar tudo que já fizemos na prática aqui.

  3. Como isso muda minha vida? Esse encontro anual é o que define as principais diretrizes mundiais de organização, quem está prestando atenção nisso tem mais chance de encontrar oportunidades de transformação. 

Você acha que eles têm feito um bom trabalho? Deixa aqui sua opinião pra gente debater, dialogar e cooperar.
Abraço,

Jo.

Transformação Criativa
Casa Origem
Casa Origem Seguir

Somos uma ferramenta de transformação social e ambiental no mundo. Acreditamos que a comida pode - e vai - transformar a sociedade.

Ler conteúdo completo
Indicados para você