[ editar artigo]

A Roda, roda.

A Roda, roda.

Vamos partir do princípio: a Roda, roda.

A primeira representação de uma Roda encontrada por arqueólogos data de 3500 a.C. – ou seja, há 5 500 anos – e foi feita numa placa de argila achada nas ruínas da cidade-Estado de Ur, onde hoje fica o Iraque. Isto significaria que a Roda deva ter surgido por volta dessa época ou talvez alguns séculos antes.

A roda é uma das seis máquinas simples com vastas aplicações no transporte e em máquinas mecânicas, caracterizada pelo movimento rotativo no seu interior.

No dicionário: substantivo feminino; objeto, peça ou máquina circular que se move ao redor de um eixo ou de seu centro, com diversos usos; objeto mais ou menos circular; círculo.

E nós, onde ficamos nisso?

(Nós) Criativos de todas as profissões e origens, temos que lidar com isso o tempo todo.

E é preciso muito desprendimento e bom senso pra não atingir os limites do ego.

Quando isso ocorre, pode surgir, por exemplo, uma aberração como “marketing de lacração”, entre outras; entre artistas visuais, cópias escancaradas; nos negócios, modelos iguais com os mais variados nomes.

Marketing de Relacionamento é um bom nome para Roda.

Orkut foi um bom nome para a Roda.

Facebook é um bom nome para aquela que um dia foi uma Roda.

Franquia, Roda bem...

Licenciamento, Roda tanto quanto um empréstimo.

Marketing 5.0: ora, ora!!

Coroa dentada, Roda com dentes, haha.

...e o mundo continua dando voltas; o universo é uma espiral; e o que acontece com a gente que fica meio zonzo nesse movimento todo: acha que pode reinventar a Roda apenas dando um novo nome a ela!

 

Transformação Criativa
Gilberto Marques
Gilberto Marques Seguir

Sou um artista inquieto, produzindo sem parar conteúdo original traduzido em obras de arte, objetos, textos....pesquisando suportes e materiais que possam sustentar o processo criativo. Uma palavra mágica: Colab.

Ler conteúdo completo
Indicados para você