[ editar artigo]

A arte dos encontros criativos

A arte dos encontros criativos

Vamos falar sobre encontros criativos?

A história que vou contar aqui iniciou em 2017 e os frutos dela são colhidos até hoje.

Neste ano em questão, eu estava passando por um momento turbulento da minha vida que suplicava por um direcionamento. Buscava por mais sentido e conexão nas atividades em que eu estava executando, tanto no trabalho quanto na faculdade. Já sem esperanças, decidi ir à igreja como tentativa de me conectar com algo maior. Lá encontrei uma amiga, a Pam aqui da Transcriativa, e combinamos de ir juntas a um evento de marketing digital que ia acontecer em Joinville no mês seguinte.

Coincidência? Não! Até o final desse texto você vai entender o que significa!

Nenhuma das duas trabalhava com marketing digital na época mas, por admirarmos a empresa que estava organizando o evento, fomos com o seguinte pensamento: não vamos entender metade do que vai ser falado nas palestras, mas vai que a gente tem alguma ideia para empreendermos juntas, né? (sim, a gente não tinha noção do que é empreender, haha)

Chegando lá, duas futuras engenheiras curiosas, perdidas no mundo das startups, nos encantamos com o evento e em determinado momento, inseridas naquele ambiente que borbulhava ideias criativas, a Pâmela me falou: meu sonho é organizar um evento do TED,  topa fazer isso comigo?

A título de conhecimento, TED é uma organização global focada em "ideias que merecem ser compartilhadas" que aborda temas diversos em palestras com até 18 minutos de duração. 

Não pensei duas vezes para responder sim! Era tudo o que eu precisava pra me tirar do limbo. Naquele mesmo evento de marketing digital, estava presente um dos organizadores do TEDxUDESCJoinville, que aconteceu em 2015, e já aproveitamos para questioná-lo sobre os primeiros passos para a organização.

Depois daquele dia, nossa cabeça não parou mais de pensar nisso. Nos reunimos com mais dois amigos, que também tinham interesse em organizar, para discutir temas e entender todas as regras da aplicação, visto que para organizar um evento TEDx (evento independente) é necessário obter uma licença do TED.

Em Julho fizemos nossa primeira aplicação e não foi aceita. Percebemos que ainda não havíamos entendido a real essência de proporcionar esse tipo de evento. Respiramos fundo, nos demos um tempo para pensar e assimilar sobre o que realmente gostaríamos de falar. 

Fomos trabalhar como Staff no TEDxFloripa, que nos deu uma visão ampla dos bastidores e de como deveríamos nos planejar como equipe. Além de escutarmos histórias incríveis que nos inspiraram a não desistir do nosso sonho de realizar o mesmo em Joinville.

Escolhemos como tema o que nos levou a co-criar esse projeto juntas: Encontros. Sugerimos speakers das mais variadas áreas de atuação e interesse, depositamos toda nossa energia positiva na escrita da aplicação e aguardamos durante 8 semanas (prazo máximo de retorno da equipe do TED). A gente realmente sentia que era nosso momento de fazer algo a mais pela sociedade de Joinville, de gerar conhecimento, aprofundar conexões… foram 8 semanas de muita ansiedade. 

No dia 02 de novembro, recebemos o tão esperado e-mail. A licença era nossa. O TEDxBomRetiro nasceu e tínhamos em nossas mãos uma grande oportunidade de dar voz a boas ideias desse mundão.

Formamos uma equipe de 12 pessoas, divididas entre as áreas de curadoria, finanças, marketing, operação e patrocínio. Todos sedentos por gerar mudanças positivas na sociedade e buscando por propósito no que se propõem a fazer. 

Serendipidade

Em março, na primeira tentativa de aplicação, sugerimos como tema uma palavra que guiou todo o projeto: serendipidade. Beleza, mas o que significa isso?

Serendipidade basicamente é uma avalanche de coincidências e sincronismos que terminam com um final feliz. A definição que mais gostamos é: o acaso só favorece a mente preparada. 

Agora você consegue entender que não foi coincidência o nosso encontro, né? Sentimos na pele que estávamos preparadas para executar esse tipo de projeto quando a vida proporcionou nosso encontro no momento em que menos esperávamos. 

Bom, mesmo entendendo sobre serendipidade, é um tema difícil de passar para as pessoas de uma forma leve e que seja entendida por todos. Esse foi um dos motivos pelo qual o TED negou nossa aplicação e foi por isso que, na segunda tentativa, utilizamos a palavra Encontros para transmitir a mesma essência.

A primeira reunião com todo o time foi para realizarmos um grande brainstorming sobre o evento como um todo. Saímos de lá com um novo tema: Quebra-cabeça: encontre, conecte e inspire. 

Para explicar tudo o que essa palavra representou pra gente e transmitiu para o público, é necessário um outro artigo mais detalhado. 

Resumidamente, nosso objetivo era inspirar as pessoas a encontrarem e moldarem as próprias peças do seu quebra-cabeça, a pensarem fora da caixa e além do manual que nos é disponibilizado e criarem suas próprias estratégias de montagem.

 

Consequências de um encontro criativo

A primeira e principal consequência desse encontro entre tantas pessoas criativas foi, sem dúvidas, a realização do TEDxBomRetiro no dia 25 de agosto de 2018. Reunimos 100 pessoas no teatro do SESC em Joinville para ouvir 12 histórias com conteúdos sobre sustentabilidade, autoconhecimento, esporte, oratória, educação, música, feminismo, design, acessibilidade e empreendedorismo.

Proporcionamos um ambiente de troca e conexão entre as pessoas. A equipe, empresas parceiras, nossa família, voluntários, patrocinadores, speakers, o público… todo mundo, de alguma forma, se desenvolveu e evoluiu.

Geramos uma experiência de interação e aprendizados ao público com budget pequeno. Aprendemos que não precisamos de muito quando temos criativos unidos e conectados com o propósito do evento. 

Demos voz ao Alex, hunter da Transcriativa, que falou pela primeira vez no palco do TEDxBomRetiro sobre Borogodó ser a moeda do futuro. No dia 25 de agosto de 2019, exatamente um ano depois do evento, a equipe do Transcriativa saia Brasil a fora pra descobrir e vivenciar esse tal do borogodó. Mais uma evidência de serendipidade, não é mesmo?

Além das 100 pessoas impactadas no dia do evento, tivemos 591 mil visualizações dos talks no total.  Isso enche nosso coração de orgulho e só afirma que não temos data limite para colher os frutos desse encontro.

Parafraseando Vinícius de Moraes, a vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida… E nós somos eternamente gratas por esse!

Ficou curioso para conhecer as ideias que foram compartilhadas? Todos os talks estão disponíveis no youtube.

Transformação Criativa
Maysa Guetner Môro
Maysa Guetner Môro Seguir

Entusiasta da vida e ímã de conversas profundas. Pela lei natural dos encontros, vivo deixando e recebendo um tanto.

Ler conteúdo completo
Indicados para você